O Grito de Guerra – Elza Soares “A Carne (Negra)” [Análise/Reflexão]

Música composta por Seu Jorge e outros parceiros a canção “A Carne (Negra)” ficou famosa na voz de Elza Soares, cantora e compositora brasileira que é conhecida por sua história marcante e luta contra qualquer tipo de preconceito ao longo dos anos, inibindo assim de certa forma uma parte do racismo que á em sua volta. Sra. Soares chegou a ser eleita e nomeada pela Rádio BBC de Londres como cantora do milênio na década de 90.Imagem relacionadaLeia também: TOP 5: Músicas brasileiras (Das antigas)

Com o objetivo de expor a realidade atual do país em 2003 a primeira versão da música foi lançada causando um impacto muito grande, não só em solo brasileiro como também em terras internacionais. A voz forte e grave da cantora ajudou para que a canção tomasse forma e chegasse a um incrível ascensão, tornando-se um “GRITO DE GUERRA” para que os negros começassem a lutar por sua igualdade perante o povo que em meados dessa década (2000) continua com suas mentes vazias.

Agora mais uma vez Elza retoma seu estrelato lançando um nova versão de “A Carne (Negra)” juntamente a um vídeo-clipe exclusivo com a judoca Rafaela Silva nesse ano, mas precisamente no dia 20 de novembro. Para quem não sabe, nessa data é comemorado a Consciência Negra dia que é cheio de tradições afro-brasileiras e pequenas celebrações cultuadas pelo povo negro em especifico, mas também chegam a abranger suas culturas para todos os povos.

Resultado de imagem

  • “Nesse dia 20 de novembro, como todos os outros dias do ano, reforço o meu grito: a carne mais barata do mercado foi a carne negra. Não é mais a carne negra. Eu sou negra. Minha mãe é negra. Minha voz é negra. O Brasil é negro!” – Lembra Elza sobre sua cultura.

Assista ao vídeo-clipe:

Podemos dizer com certeza que Elza Soares assim como tantas outras artistas negras, buscou por seu espaço na mídia até conseguir ficar em evidência. Atraindo por si só um legado fortíssimo para sua vida e carreira.

Ainda sobre a letra da canção: está nítido que a música faz graves denúncias, que expressa às realidades preconceituosas que o negro brasileiro sofre nos tempos atuais. Podemos dizer que a mesma se configura de certo modo com as várias músicas de protesto feitas na época, isso si dá por conta de nosso país dever muito a todos de etnia negra que foram escravizados em meados do séc. XVI (16) por nossos colonizadores. A letra fala “Brigar sutilmente por respeito, brigar bravamente por respeito/Brigar por justiça e por respeito.” o que comprova tudo dito anteriormente.

Resultado de imagem

A reflexão que fica é o “por que?” desse tal preconceito, pois a diversidade de nosso país está presente em cada gota do nosso cotidiano trazendo mais naturalidade, e mesmo assim desavenças sobre determinado tema acabam acontecendo mais do que imaginamos. A preciso que as pessoas se abram para novas culturas e que o povo tenha total respeito por seu “próximo”, acreditando assim que esse é o nosso dever para com a sociedade.

Tem alguma sugestão ? Entre em contato com a gente por meio da nossa página do FacebookSaga Das Musicas

Nota da canção: 5/5

Espero que tenham gostado do post de hoje, deixem suas opiniões nos comentários. Já ouviu a música ? Conta ai !

Faça download de “A Carne (Negra)”:

Anexo: Se você segue o nosso blog e quer divulgar o seu trabalho ou nos contactar, mande mensagem em nosso e-mail: didasilva123@hotmail.com ! Analisaremos com carinho o seu conteúdo.

Comenta ai :]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.