A queridinha do momento| Elite (Original Netflix) | Crítica

 

Resultado de imagem para La Casa de Papel

Elite [Original Netflix] é a mais nova série Teen do momento. Conta com produção espanhola e possui um total de 8 episódios com média de 49min de duração.  A série  usa a mesma formula de outras séries que cativam o público jovem como:  13 Reasons Why, Riverdale, Gossip Girls… Que tem a função de transmitir principalmente a vida do adolescente e todas as suas descobertas, cobranças e problemas durante essa fase.

Resumidamente, a série apresenta 3 alunos de uma escola pública: Nadia (Mina El Hammani), Christian (Miguel Herrán) e Samuel (Itzan Escamilla). Após um desabamento nesta escola, eles ganham uma bolsa de estudos em um colégio da Elite Espanhola, o Las Encinas e abala totalmente os outros alunos da instituição. Essa chegada além de trazer conflitos e novas experiências, traz também um assassinato que envolve -diretamente- os personagens principais da história.

Analisando a série em um todo, três pontos podem ser destacados. O primeiro são as Discussões Sociais embora um pouco superficiais que marcam todos os episódios . Elite por ser uma série adolescente faz muito bem em trazer temas como: A descoberta sexual, o uso de drogas, os preconceitos sociais, raciais e culturais (ex. O uso do Hijab por Nadia -personagem muçulmana- é motivo de piada) além de mostrar o relacionamento conturbado com os pais.

O personagem de Miguel Herrán (o Rio de La Casa de Papel) também merece destaque. Além de uma atuação fantástica de Herrán seu personagem é egocêntrico, vaidoso e o alívio cômico da série sendo o único personagem a não ter segredos sobre quem realmente é e sobre seus gosto. O que incomoda os alunos já que ele consegue chamar a atenção por onde passa e não se importa com as opiniões dos outros.

Ao decorrer dos episódios ocorre sempre uma comparação à outras séries -as quais possuem a mesma fórmula- O que pode ser tanto um ponto negativo como pode não atrapalhar a compreensão da narrativa. Outro ponto que na minha opinião foi negativo é o desenvolvimento da busca pelo assassino que com todas as turbulências vividas no colégio fica raso. Embora eu tenha gostado do mistério de “quem matou” e não “quem morreu”, a descoberta não é tão chocante, justamente por isso ficar menos importante do que descobrir como terminará as relações amorosas dos alunos.

Para concluir, Elite tem suas pequenas falhas mas consegue cativar o seu público alvo, que pode se identificar com diversas passagens dos oito episódios. Apesar de não trazer nenhuma novidade no roteiro e se basear em alguns clichês adolescentes, é uma boa série, diverte e vicia quem assiste.

 

Nota: 3,5/5

Comenta ai :]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.