Vem ver como foi a Rainbow Cities Tour!

Diego Moraes, Candy Mel e Liniker dão um verdadeiro show de empoderamento na 26º edição do Festival Mix Brasil. 

Nós da equipe do Saga Das Músicas fomos convidados a prestigiar a primeira edição da “Rainbow Cities Tour”, que aconteceu dentro do festival Mix Brasil. Esta foi produzida pela Connecting Dots e, segundo os cantores, esse projeto tem como objetivo transportar amor às “cidades arco-íris”, e São Paulo é uma delas. 

O show começou com Diego Moraes, finalista do reallity “Ídolos”, que entrou de forma icônica com um look bem sensual. O cantor mostrou ter uma voz poderosa ao apresentar as músicas de seu novo disco, “#ÉqueEuAndodeÔnibus”, e junto das canções, mostrou ser um ótimo dançarino. 

Sua performance, apesar de não ter tantos recursos técnicos, é bem inteligente e militante. Suas músicas tem um toque de ironia e, em alguns momentos, humor, ao abordar temas como: fim de relacionamento, amor não correspondido, política, preconceito, etc.

Diego foi a principal atração do festival, e cantou um repertório bem recheado, com muitas músicas inéditas e alguns covers. A Candy Mel, ex-integrante da “Banda Uó”, entrou para divulgar seu novo single, em meio à uma dança bem divertida e contagiante. 

Partindo para a reta final do show, Diego cantou mais algumas músicas, inclusive uma bem engraçada, onde ele citava alguns clássicos da música brasileira onde tivesse um techo escrito “chorar” e rapidamente o cantor dizia “Nada de chorar”. E surpreendentemente o artista reconheceu seu namorado no meio da plateia e partiu para dar-lhe um beijo. 

É então que surge Liniker para cantar uma canção de origem africana, junto com uma fã da plateia. A artista se mostrou muito enérgica em suas danças aleatórias, junto de Diego que fazia seus passos de ballet. Infelizmente Liniker não cantou nenhum de seus sucessos, nem mesmo “Zero” que foi pedido pela plateia à gritos. 

O show de encerra com um cover de Roberto Carlos – “Negro Gato”, onde os três voltam ao palco, cantam e dançam juntos. 

Nossas impressões sobre a apresentação foram que: foi um grande show, com um repertório bem enérgico, mas que ao mesmo tempo te faz refletir sobre alguns paradigmas sociais. Diego é realmente um artista carismático e bem humorado, junto de sua banda. O que faltou mesmo foi uma participação mais ativa das outras duas atrações, vulgo Mel e Liniker. Pensávamos que seria uma sequência de pocket shows. Mas lógico que isso não subtrai a qualidade.

“Pretende conectar artistas LGBTQI de diferentes origens e contextos culturais numa tour em que música será o veiculo para difundir e  promover os DIREITOS HUMANOS.” Confira: http://www.eventoon.com.br/agenda/liniker-e-os-caramelows

Comenta ai :]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.