Thiago Pethit – “Mal dos Trópicos”: Devorem-me | Análise

Em um de seus trabalhos mais ambiciosos, Pethit repagina o mito grego de Orfeu na caótica e urbana São Paulo

Image result for Thiago Pethit mal dos tropicos
  • Artista: Thiago Pethit
  • Álbum: Mal dos Trópicos (Queda e ascensão de Orfeu da Consolação)
  • Lançamento: 15/03/2019
  • Gravadora: Trabalho Independente

Nota: 8,5/10

Melancólico, épico e poético – após 5 anos do aclamado “Rock’n’Roll Sugar Darling”, Thiago Pethit retorna com seu triunfal “Mal dos Trópicos (Queda e ascensão de Orfeu da Consolação)”.

Lançado na ultima sexta-feira, 15/03, “Mal dos Trópicos” é o quarto álbum de estúdio do cantor e compositor paulista Thiago Pethit. Com produção assinada por Diogo Strausz, a obra conta com fortes influencias da música erudita, criando uma atmosfera épica para a trajetória do eu lirico.

Image result for human

“Volto, volto, volto
Eu que sou filho do sol
Volto, luto e choro em pleno carnaval”

A abertura do álbum fica a cargo de “Abre-alas”, faixa onde os arranjos sinfônicos de Strausz se sobre saem aos versos de Pethit, dando uma dramática introdução ao que esta por vir.

Image result for thiago pethit noite vazia

Em “Noite Vazia”, primeiro single e segunda faixa do álbum, somos apresentados as angustias do eu lirico revelando um Orfeu cheio de solidão, desamor e dependência emocional.

“Me Destrói” é sexy, suja e urbana. A terceira faixa nos transporta para a mente do eu lirico: um local inquieto, quente e desesperador, onde o retorno do amado é desejado e questionado mesmo já tendo a certeza de que ele não voltará. O instrumental da faixa vai crescendo durante a música e a mistura do conjunto de cordas e metais ao som do baixo é hipnotizante.

Já em “Orfeu” temos uma delicada balada com a forte presença do piano. Como o mito grego, Pethit nos deslumbra com sua poesia que, apoiado pela aura fantasmagórica projetada pelos arranjos, nos transporta a um ambiente onde a paixão dos clássicos do teatro e o desespero dos dramas modernos se encontram. Alguns versos podem soar clichê, mas, olhando de maneira geral, funcionam como licença poética para descrever a simplicidade do desejo do eu lirico.

Com um clima dramático, “Teu homem” fala sobre a a necessidade de estar e ser do outro. Na canção, Pethit descreve um ambiente caótico mas que não parece incomodá-lo, pois só o faria se o amado estivesse ali. Analisando de forma mais profunda, a faixa conta com sutis criticas ao cenário politico atual.

É dificil escutar Rio e não se afogar em sua profunda poesia. Seu inicio imponente dá lugar a um samba minimalista, onde o violão e um sutil coral adornam a dolorosa suplica de Orfeu.

Image result for thiago pethit mal dos tropicos

“Nature Boy” é uma releitura do clássico de 1948 cantado por Nat King Cole . A canção recebe uma roupagem crua e melancólica, com um grande contraste entre o interprete e o coral.

Temos uma das maiores fusões de gêneros em Mal dos Trópicos, onde o Trip hop, o Erudito e o Samba se encontram nos trechos inspirados nas obras do poeta Roberto Piva. Entre versos cantados e falados, somos guiados ao desfecho épico da obra onde a tragédia anunciada se concretiza.

A faixa “Samba de Orfeu” é a continuação do instrumental presente na faixa “Mal dos Trópicos”, finalizando o álbum em samba.

Mal dos Trópicos é a melhor síntese entre seus trabalhos anteriores e sua brasilidade ainda não exposta. Mesmo que, em alguns momentos, os vocais de Pethit sejam sobrepostos pela grandiosidade dos instrumentais, não podemos deixar de apreciar a beleza desta releitura. A obra é coesa, diversa e tem seu conceito bem desenvolvido, mostrando a capacidade do artista se reinventar a cada projeto.

Você pode conferir a obra no player abaixo:

Thiago Pethit – Mal dos Trópicos: DOWNLOAD

Comenta ai :]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.