Crítica: Pitty – Matriz

Pitty se entrega ao experimentalismo e lança um CD cheio de letras feministas e sociais

Capa do álbum Matriz de Pitty.
  • Artista: Pitty
  • Álbum: Matriz
  • Lançamento: 26/04/2019
  • Gravadora: Deckdisc

Nota: 8,8/10.

Após um grande período em hiatus, mais de 4 anos, Pitty finalmente voltou ao estúdio para gravar o sucessor de seu álbum “Setevidas”. O álbum foi gravado e produzdo durante a primeira parte da “Tour Matriz”, iniciada em 2018.

Pitty se mostra muito flexível ao trabalhar com uma diversidade de estilos musicais, que vai do Rock até o Reggae. A produção do disco ficou nas mãos de Rafael Ramos, que fez um excelente trabalho ao juntar os instrumentos físicos com as técnicas de Synth. “Matriz”, utiliza bastanre das cordas e da percussão, com a finalidade de soar mais brasileiro.

Ainda sim sua sonoridade segue sendo “americanizada”, soando um pouco como a “All Time Low” e “HalfNoise”, e as canções de Rock são as que mais se destacam por suas cargas emocionais e a forma como fluem melhor dentro do contexto do disco.

Pitty - Matriz - Crítica

Pitty, como sempre, focou em transmitir suas mensagens políticas sobre feminismo, liberdade de expressão, a realidade de algumas vidas brasileiras, etc. O disco conta com 13 faixas, sendo que duas delas são interludes, onde a cantora fala uma citação sobre a faixa anterior.

O álbum possui 5 faixas que chamam muita atenção, uma delas é “Bicho Solto”, música que abre o disco. Esta conta com um instrumental repetitivo e neutro. Pitty fala sobre essa máscara que precisa usar socialmente, pois todos estamos “jogando” esse mesmo jogo de eliminação, e temos de seguir as regras, mas não significa que não somos livres.

“Ninguém É de Ninguém” é bem Rock’n’Roll e agitada – até parece um Funk de guitarra – bem Pitty mesmo! Sua letra fala sobre as relações abusivas que se disfarçam de “amor em excesso”. Seu refrão é bem reto e direto “Não pense que eu te tenho, e muito menos que você me tem. É lindo, baby, mas você sabe, que no fundo ninguém é de ninguém.”

“Roda”, em colaboração com o BaianaSystem, possui uma produção muito interessante, que foge do óbvio, sonoramente falando. Ao mesmo tempo que a música fala sobre as críticas que a cantora sofre por ser quem é, também é uma canção muito política, que fala sobre o Nordeste e o estilo de vida de quem vive lá, além de citar ações governamentais.

“Te conecta” é a canção Reggae do disco. Seu instrumenal é calmo e casa muito com a letra, que soa artificial, mas é na verdade bem profunda. Pitty te desafia a se questionar se você está vivendo o que deveria viver ou está apenas seguindo um grande fluxo e seguindo uma rotina fácil, porém corrosiva.

E a última que tenho a comentar é “Submersa”, que é o tipo de música que me inspira muito, tanto por seu arranjo, quanto por sua letra. É uma canção muito “Snow Patrol”, que fala sobre mudanças que acontecem na nossa vida e nós nem percebemos, e quando notamos, tudo mudou e temos que acompanhar isso.

Pitty - Matriz - Crítica

“Matriz” é um amontoado de boas idéias e a forma como estas foram exploradas foi tão boa quanto. É um álbum redondo, que não força nada e flui de forma bem natural. Suas composição são incríveis, até porque estamos falando de Pitty!

Apesar de ser um trabalho experimental, que na minha consepção foi muito bem desenvolvido, ainda sinto que esse experimentalismo foi muito dentro do contexto do Rock e não de estilos em geral. Talvez se Pitty deixasse um pouco a guitarra de lado, o álbum seria uma grande viagem musical, mas como a própria disse: “Você pode coibir que eu não vou me abalar. Só não mexa no meu jeito de dançar“.

Ouça:

Comenta ai :]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.