“Teenage Dream” e “Born This Way” são tão complementares quanto as próprias Lady Gaga e Katy Perry

Katy Perry e Lady Gaga são grandes nomes da música e sempre procuram entregar muita qualidade em seus trabalhos. Ambas as cantoras possuem inumeros hits em suas carreiras, mas algo interessante sobre elas é como uma conseguem soar tão diferente da outra, mesmo que seus trabalhos tenham sido tão complementares para a cultura pop. É quase como se as duas cantoras se completassem de alguma forma.

Lady gaga e katy perry

Enquanto Lady Gaga é completamente louca e extravagante, com seus figurinos inusitados e seus hits dançantes, nada óbvios, mas muito pesados. Katy Perry conta com um incrível carisma, cheia das perucas coloridas e cenários mágicos. Ir em um show de Katy é como sonhar acordado. Já as tours de Gaga são como uma incrível festa.

Mesmo que visualmente sejam diferentes, seus nomes ainda carregam os mesmos significados: juventude, auto-confiânça e amor próprio. Katy e Gaga podem cantar de formas diferentes, mas suas letras carregam as mesmas mensagens de empoderamento. Primeiro você aprende a se amar em “Born This Way” e depois descobre que na verdade você é um fogo de artifício em “Firework”.

Lançado na metade de 2010, “Teenage Dream” veio para mudar de vez o cenário Pop. Sendo o primeiro grande lançamento da década, seguido de “21” de Adele, o álbum mostrou grande versatilidade ao soar tão atual e ao mesmo tempo tão clássico. É um disco inteligente que não se limita a falar apenas sobre amor ou traição, mas é como entrar na mente de Katy e viajar em sua imaginação.

“Born This Way” veio quase um ano depois, mas nessa altura Lady Gaga já era considerada por muitos uma lenda. O álbum é pesado e intenso, com muito Rock e grandes hits de empoderamento. Gaga resolveu transformar seu disco em um confessionário e em um diário musical. Nele a cantora desabafa sobre diversos assuntos, como a autoaceitação e direitos LGBT’s, além de citar os imigrantes e a forma desumana como são tratados.

A mensagem que quero passar com este texto é de que não precisamos rivalizar os trabalhos dessas divas, que foram e são tão importantes para a nossa cultura Pop. Assim como o episódio “A Katy Or A Gaga” de Glee, há momentos onde precisamos ouvir um “Hummingbird Heartbeat”, mas também sobra espaço pra escutar “Judas”. É só mesclar.

Leia também: Crítica: Teenage Dream – Katy Perry & Crítica: Born This Way – Lady Gaga

Ouça os álbuns na íntegra:

Born This Way:

Teenage Dream:

Comenta ai :]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.