“Erotica”: Uma fase não tão doce na carreira de Madonna

Após “Like A Prayer” Madonna já tinha provado o amargo gosto do boicote, e pensavam que ela não podia ir ainda mais longe. Pois então a mulher me lança um clipe cheio de insinuações sexuais em sua coletânea “The Immaculate Colection” – estou falando de “Justfy My Love” – e então começa a era “Erotica” com mais um boicote em sua vida, desta vez pela MTV, que se recusou a reproduzir o clipe, obrigando a cantora a lança-lo em VHS.

Madonna - erotica capa alternativa

Madonna sempre foi uma figura muito sensualizada, principalmente na era “Like A Prayer”, em sua turnê “Blond Ambition”, onde a cantora performava “Like A Virgin” insinuando masturbação no palco. O mundo não estava preparado para que viria a seguir.

O disco foi lançado em outubro de 1992, pelo selo Maverick. Na produção temos André Betts, Shep Pettibone e a própria Madonna, que sempre fez questão de acompanhar de perto todos os seus trabalhos. O resultado é um disco agridoce cheio de referências à música Disco e o R&B contemporâneo da época, tem até Reggae nesse álbum.

Madonna - erotica book

“Erotica”, assim como o título sugere, é um disco que fala abertamente sobre sexo, tanto que junto ao lançamento do vinil, foi também divulgado o livo “Sex”, que veio em uma edição limitada, cheia de fotos sensuais da cantora e de alguns colegas famosos. Nele também contém alguns relatos e fantasias sexuais de Madonna.

E tudo isso só ajudou a manchar sua imagem, uma vez que estamos falando dos anos 90. A sociedade não estava pronta para este baque que foi a era “Erotica”, e o resultado foi um flop em vendas e o boicote de suas músicas.

No disco há canções como “Where Life Begins”, onde ela fala abertamente sobre o desejo de recebr um beijo em sua larissinha – uma música muito boa por sinal. Também temos a faixa título, que vem acompanhada de um clipe quente, e fala sobre extravasar desejos sexuais. Madonna usa o alter-ego “Dita”, uma dominatrix que te acompanha nessa viagem à mente humana e seus desejos mais obscuros.

“Fever” também é muito divertida, e é um cover do artista Little Willie John. A canção já foi regravada diversas vezes, por dezenas de artistas. Sua letra fala sobre àquela “febre” – no sentido mais sexual da palavra – que sentimos quando estamos próximos de alguém que gostamos.

Resultado de imagem para madonna erotica sex book

O que ninguém percebeu é que Madonna é uma mulher extremamente inteligente e planeja tudo com cautela. O disco veio com essa proposta de ser um álbum que fala exclusivamente sobre sexo, mas acabou por trazer assuntos bem profundos, e até mais sentimentais do que qualquer outra coisa.

“Deeper And Deeper” foi o segundo single do álbum e trás uma roupagem toda de discoteca. Madonna fala sobre não conseguir evitar de se apaixonar por alguém. É uma música muito poderosa e tem uma produção impecável por trás.

Em “Bad Girl” Madonna coloca sua vida em pauta, mostrando que sua vida não é tão glamurosa quanto aparenta ser. Isso fica claro nos versos “Garota má bêbada às seis, beijando os lábios de um estranho. Fumei muitos cigarros hoje, não estou feliz agindo assim“. É uma das melhores canções do disco.

“Why’s It So Hard?” tem influências do Reggae, e fala sobre o preconceito de forma nua e crua. Madonna questiona o motivo de tanto ódio e joga no ar a pergunta “por que é tão difícil amar o próximo?”.

“In This Life” é a faixa mais triste do disco, por carregar uma história trágica por trás. Madonna escreveu a canção para um amigo muito próximo, que foi vítima de aids. Lembrando que em 1992 a doença estava em seu auge, e esse foi um ato nobre da artista, tendo em vista que com o lançamento dos vinis de “Like A Prayer”, o encarte vinha acompanhado de uma cartilha sobre a doença.

madonna erotica era

O álbum ‘Erotica” não é apenas um relato sobre sexo, mas sobre amor e como Madonna sentia esse amor – por si mesma e pelo próximo. O lema que a era carregou foi o seguinte: “Pobre é o homem cujos prazeres dependem da aprovação de terceiros”.

Madonna, como sempre, uma grande percussora de sua geração. O que foi visto como um afronte à sociedade, é hoje uma bíblia do Pop. Quem aproveitou, aproveitou. Quem não, ainda pode dar stream para essa lenda. Ouça na íntegra:

Comenta ai :]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.