Crítica: “Raising Dion” – É boa, mas nem tanto

A Netflix procura cada vez mais transformar o seu catálogo em algo 100% original, tendo isso em vista ela investe em muitas produções ao longo do ano. Em outubro de 2019 a mesma fez uma tentativa de introduzir seus telespectadores no mundo da fantasia – again, soltando Criando Dion ou como preferem “Raising Dion“, uma série que tinha tudo pra dar certo e acabou se tornando um peso para os fãs de super-heróis.

Resultado de imagem para comment elever un super heros

A trama aborda a história de Nicole uma mãe solteira que se vê sozinha após perder Mark seu marido em um trágico acidente, a mesma acaba por se deparar com as dificuldades de criar seu filho Dion sem o companheiro que anteriormente era o “pilar” de tudo. Nicole ainda não sabia dos dons de Dion,  até seus poderes começarem a se manifestar de forma quase como surreal. E foi daí que os desafios aumentaram, agora além de tomar conta de si e de sua família, a mãe terá que parar de viver sua vida pacata para proteger o filho dos perigos iminentes e de predadores da tecnologia.

Lendo a sinopse já podemos entender qual a verdadeira proposta do seriado – bom nada além do óbvio: mostrar como uma mãe cria seu filho com superpoderes e as divergências disso na sua vida e na de seu filho, pois as mudanças que a série aborda deixam Nicole sem rumo, tendo que “aprender a viver” novamente. Criando Dion não chega a se igualar com  outras séries de super-heróis, pois o grande diferencial e aposta do enredo é apelar para o lado afetivo e familiar para demonstrar a formação da personalidade e do caráter de um super-herói, determinando assim que os mesmo não são tão “invencíveis” e possuem falhas, assim como a maioria das pessoas.

Resultado de imagem para raising dion

Ao longo dos nove episódios da série podemos entrar em puro êxtase com um clima – digamos bem sombrio, com o desenrolar dos mistérios que sondam a morte de Mark, e as aparições de uma tempestade que parece seguir Dion onde quer que ele vá. A forma como o ciclo é montado passando por momentos de muita tensão e suspense para comédia e ação faz parecer tudo mais simples e de fácil compreensão para quem está assistindo do outro lado, deixando o desejo de não querer mais parar de assistir.

O seriado acaba por mostrar que é possível ser “super” nos dias atuais, mesmo que o mundo esteja repleto de ganância e preconceito ou que a realidade pareça estar disposta a nos derrubar dia pós dia. Ainda na trama vemos que Nicole abandonou o sonho de ser uma dançarina famosa para se dedicar plenamente à sua gravidez. E seus planos de retomar a carreira foram deixados para trás com a morte de seu marido, entretanto isso não a deixou amargurada ou ressentida, pelo contrário, deu mais força para ir descobrindo dia a dia como se reencontrar com seus sonhos e como criar o Super Dion. 

Resultado de imagem para raising dion

Um pouco sobre Dion: Apesar da enorme responsabilidade de possuir superpoderes e da recente perda do pai, o menino é, claramente, uma criança feliz e em fase de crescimento. A inocência e pérolas da infância é muito bem retratada durante os nove episódios, fazendo com que o seriado nos deixe ainda mais ansioso para ver o que temos a seguir.

Vale ressaltar que o preconceito racial é uma das pautas da trama. Ao presenciar o filho sendo tratado de forma racista pelo diretor da escola, Nicole, mesmo contra sua própria vontade, se vê obrigada a apresentar a Dion um das maiores falhas de caráter do ser humano, o PRECONCEITO. A escola do menino é frequentada por 98% de crianças brancas, fazendo com que o mesmo se sinta meramente deslocado com a diferença de tratamento entre ele e as outras crianças. Porém, com toda sua inocência ele não entende o real motivo do por que isso está sendo feito. Sendo assim,  sua mãe fica com a tarefa de explicar e alertar o filho sobre a realidade da vida.

Resultado de imagem para raising dion

Raising Dion pode ser considerado uma série de fantasia, suspense, ação, romance e muitos outros. É comum atualmente misturar todos os gêneros numa só produção e colocá-los amplamente conectado entre si. No caso desse seriado deu certo e os pontos positivos se sobressaem contra os negativos, formando assim uma bela história. Mas infelizmente para os fãs de super-heróis que gostam de duelos, batalhas e lutas contra futuros inimigos o mesmo deixa a desejar.

Tem alguma sugestão ? Entre em contato com a gente por meio da nossa página do FacebookSaga Das Musicas

Anexo: Se vocêsegue o nosso blog e quer divulgar o seu trabalho ou nos contactar, mande mensagem em nosso e-mail: didasilva123@hotmail.com ! Analisaremos com carinho o seu conteúdo.

Apoio: AdoroCinema e SiriNerd

Comenta ai :]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.