No Play: Grace VanderWaal – “Just The Beginning” (Crítica)

No dia 03 de novembro do ano de 2017, Grace VanderWaal – mais conhecida como a vencedora da décima primeira temporada do Got Talent americano disponibilizou em todas as plataformas de streaming primeiro disco. O álbum de VanderWaal, chamado Just The Beginning é apropriado para pessoas de sua idade – na época 13 anos, mas isso não diminui o tempo e o talento investido, esse trabalho tem muito a mostrar e ensinar as pessoas. Ela é extremamente alegre, curiosa e consegue nos dar uma amostra de seu precioso “mundinho” pré-adolescente.

Resultado de imagem para grace vanderwaal so much more than

O álbum começa com o primeiro single, “Moonlight“, que mostra o talento de VanderWaal para o ukulele – talento esse já visto anteriormente no programa de TV, esse instrumento pode limitar o alcance e o tom em apresentações. Mas Grace tem total controle de seu instrumento e deixa como acompanhamento letras comoventes junto a uma produção extremamente bem pensada. 

Sick of Being Told“é o próximo, a faixa nos trás um ar de rebelião, mas não uma rebelião comum, algo mais pensado – digamos assim. É uma ótima canção que vem cheia de composições inteligentes e sacadas de VanderWaal. Ela se aproveita da sinceridade adolescente, substituindo maldade pela ambição juvenil, a música pode ser caracterizada pelo termo “sem papas na linguá”.

Imagem relacionada

So Much More Than This“, “Escape My Mind” e “Talk Good” são igualmente parecidas, deixando escapar que são faixas facilmente arrancadas de um diário adolescente, mas com polimento e maturidade que traduzem a insegurança de uma jovem em fase de crescimento. Porém a sonoridade é tão dançante que até o adulto mais cansado pode cantar e dançar ao ouvir o disco.

Em Burned“, o piano serve como acompanhamento central, em oposição ao ukulele. Essa mudança de ritmo é bem-vinda, ajuda a alimentar a cede de VanderWaal para se mostrar ao ouvinte. Já a faixa Just a Crush” restaura o som movido a ukulele, sendo agradável e bem produzido.

Better Life” é uma das melhores músicas do disco, mostrando como Grace consegue seu alcance e controle vocal de maneira angelical. Sua voz é por si só tem um tom “alá Jazz” e sua letra reforça a esperança e desejos de uma adolescente, dizendo que ainda tem uma vida inteira pela frente. “Florets” apesar de gostar da faixa, essa é a que mais destoa do conceito clean do álbum, trazendo uma sonoridade mais dance pop e ao mesmo tempo tão formal.

No geral, Grace VanderWaal fez um belo álbum de estréia com Just the Beginning. Na verdade, este disco parece ser literalmente “apenas o começo” de uma carreira brilhante para a artista (atualmente com 16 anos) e já sendo comparada a nomes como: Taylor Swift, Lorde e Carly Rae Jepsen. Assim como os singles lançados antes do álbum, VanderWaal continua impressionando com seu talento musical e olhar para o futuro mesmo sendo tão jovem. A cantora é um talento notável e está pronta para o estrelato na industria pop, felizmente o mercado é bem extenso e nos guarda grandes segredos!

7,5 / 10 – Nota.

Tem alguma sugestão ? Entre em contato com a gente por meio da nossa página do FacebookSaga Das Musicas

Anexo: Se vocêsegue o nosso blog e quer divulgar o seu trabalho ou nos contactar, mande mensagem em nosso e-mail: didasilva123@hotmail.com ! Analisaremos com carinho o seu conteúdo.

Comenta ai :]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.