Tudo o que você precisa saber sobre a era “E•MO•TION” de Carly Rae Jepsen

Muitos elogiaram o novo trabalho da Dua Lipa, “Future Nostalgia”, que é muito bom, pelo fato de ele ter uma sonoridade bem próxima dos anos 70, 80 e 90, mas o que muitos não sabem é que Carly já fazia isso desde seu segundo álbum “Kiss” de 2012, mas o “Emotion” tocou mais nessa tecla.

Antes do disco sair, a cantora deu uma entrevista ao POPline afirmando que sabia da pressão que era lançar algum trabalho após a explosão de “Call Me Maybe”. A canadense afirmou que entendia isso, mas não ligava, pois estava feliz por poder viver da música e isso bastava.

E com o lançamento do álbum a aclamação veio junto. Muitos críticos especializados em música elogiaram a forma suave e despretenciosa como o álbum soa nos dias de hoje. Peter Tabakis, do Pretty Much Amazing, deu ao álbum uma nota A, chamando-o de “álbum pop quase perfeito”. – Genius.

Segundo a própria artista, as principais influências pra composição do disco foram Robyn, La Roux, Kimbra e Dragonette. Ela pensou em ambientaliza-lo com um som bem Pop com uma poegada de Folk. Nascida em 1985, Carly colocou em seu disco tudo o que ela ouviu enquanto crescia e amadurecia musicalmente.

O álbum é aberto com “Run Away With Me”, que tem uma das melhores introduções de todos os tempos, com um som de saxofone maravilhoso. A música é uma balada romântica sobre estar totalmente entregue a alguém. As imagens do clipe foram gravadas de forma caseira por seu namorado da época.

Logo após temos a faixa título do disco, que conta com influências do Pop Rock oitentista. Diferente da anterior, essa retrata um término, onde Carly deseja que seu ex a queira de volta, mesmo que seja impossível os dois voltarem. Essa é uma boa faixa para entender seus dotes como compositora.

“I Really Like You” também tem uma pitada de humor ácido na letra. Esse é o lead-single do álbum. A cantora explica a letra: “É basicamente dizer: ‘Ainda não é amor, mas eu gosto de você, então o que você acha?’ É um pouco de conexão”. A tentativa é soar como “Call Me Maybe”. No vídeo clipe quem aparece é o ator Tom Hanks, famoso pelo filme “Forrest Gump”.

“Gimmie Love” fala sobre o desejo de Carly de ser amada novamente por seu ex-namorado. Mesmo sabendo que isso é impossível e a situação a deixa confusa. A música cresce de forma bem gostosa e o som dos sintetizadores é incrível.

“All That” foi escoliha como segundo single e trata-se de uma balada romântica bem no estilo “Thompson Twins”. Na letra a cantora questiona ao seu novo amante se ele gosta realmente dela e se em sua visão ela é “tudo isso” que ele diz.

“Boy Problems” tem o dedo de Sia na composição, e a introdução é narrada por ela também. A letra é bem feminista e fala sobre relações mornas onde as garotas deixam suas amigas de lado pra dar atenção só pro namorado, e depois vem chorando pro colo delas papós serem iludidas na relação.

“Making The Most Of The Night” começa com um clima tenso em notas graves e ganha um refrão alegre, assim como a letra, onde a cantora fala sobre tentar deixar seu amigo(a) feliz após um dia difícil. A faixa foi escolhida como single promocional antes do lançamento do disco.

“Your Type” tem influências do eletropop e da música House, influenciada pela produção do Rami. É uma das músicas que mais chamou a atenção do público, Carly Rae Jepsen canta sobre se desprender de seu ex de uma vez por todas, já que ela não se vê mais com ele.

“Let’s Get Lost” é uma balada sobre se sentir segura na companhia de alguém especial. Carly desabafa sobre ser uma pessoa tímida, que não confia facilmente em alguém, mas não se importaria em deixar essa pessoa amada no controle.

“L.A Hallucinations” faz referêcia ao fato de Los Angeles ser a “cidade dos artistas”, já que muitos vão pra lá tentar carreira, como Katy Perry por exemplo. Pra quem gosta de “Price Tag” da Jessie J, vai amar essa, pois a letra é quase a mesma, só que mais desenvolvida.

“Warm Blood” é de longe a faixa com a produção mais diferente. O produtor foi Rostam Batmanglij. Carly explica que quis trabalhar com uma galera fora da cena Pop maisntream pra criar algo novo. A letra se refere à quando baixamos a guarda e permitimos que alguém nos conheça.

Carly Rae Jepsen divulga o áudio de seu novo single promocional ...

“When I Needed You” é uma das músicas mais oitentistas do álbum, a presença dos sintetizadores é arrebatadora. Carly canta sobre tentar se encaixar nas exigências de um cara e mudar por ele, mas quando ela precisou que ele mudasse por ela, isso não aconteceu.

“Black Heart” também conta com uma sonoridade diferente, com vocais falados, mas ainda sim é muito gostosa de ouvir. O produtor é Greg Wells, o mesmo que trabalha com os Twenty One Pilots. A cantora se refere, na letra, a atormentar seu ex em seus pesadelos.

“I Didn’t Just Come Here to Dance” é a faixa mais injustiçada do álbum. Não tem clipe, não teve divulgação e nem nada, e essa é justamente a música mais mainstream da obra. A letra é boba, fala sobre namorar na balada, mas a batida é bem contagiante e dançante.

O álbum Deluxe termina com “Favourite Colour”, uma balada romântica. A sonoridade é próxima do Synthpop, lembrando as canções da banda CHVRCHES. A letra refere-se a encontrar alguém que se encaixa perfeitamente em você, fazendo um jogo de palavras com a mistura das cores.

A edição japonesa do álbum conta com 2 novas músicas. Essas são “Never Get To Hold You” e “Love Again”. O álbum fez muito sucesso no Japão, onde a cantora tem muitos fãs, mas infelizmente não vendeu tanto. A própria diz não se importar com charts, mas seria bom vê-la no topo.

Um comentário sobre “Tudo o que você precisa saber sobre a era “E•MO•TION” de Carly Rae Jepsen

Comenta ai :]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.