“Sunset Season”: Conan Gray e os equívocos da adolescência na geração Z

Se em 2013 tivemos a Lorde como referência aos equívocos da adolescência e a diferença de classes enxergada pelos olhos de uma jovem de 17 anos, em 2018 foi a vez de Conan Gray, um sonhador que viu muito mais na sociedade do que podemos imaginar.

Seu EP “Sunset Seasos” foi lançado em novembro de 2018 pela gravadora Republic Records. O trabalho de estréia do cantor chamou muita atenção da galera underground e, a partir disso, Conan tem ganhado cada vez mais notoriedade no mundo da música. Confira minha matéria sobre seu álbum de estréia clicando AQUI!

Não citei a cantora Lorde por acaso, mesmo que Gray seja um fã assumido de Taylor Swift, o EP “Sunset Season” traz muito da sonoridade da neozelandesa em seu álbum “Pure Heroine” de 2013 (esse que foi muito importante para a indústria da música em geral).

Desde o uso dos vocais até as batidas, tudo nesse EP lembra Lorde, inclusive os assuntos tratados nas cinco faixas presentes na obra. Conan questiona muito a sociedade, buscando entender qual é o grande mal deste século e por qual motivo os jovens são tão tristes e pensam tanto na morte.

Assim como em seu disco de estréia “Kid Krow”, o cantor relata em suas canções a sua vivência na cidade do Texas e como o local sempre soou passageiro para ele, tanto que na primeira oportunidade ele vazou de lá e foi estudar cinema. Podemos até fazer uma comparação com o EP de Clairo “Diary 001” onde ela também aborda esse tema, com pesar por abandonar seus amigos, igualzinha a Conan.

Music Artists - Jerry Maestas

O ex-youtuber exibe uma tracklist completa por baladas sentimentais, são 5 faixas, 18 minutos de reflexões sobre a vida e sobre a sua adolescência passageira.

O álbum é aberto por “Idle Town”, uma música bem lenta, com pouca extridência vocal, que conversa sobre a pacata cidade na qual o artista morou por anos. Na descrição do video-clipe, Conan explica que se trata de uma homenagem ao seu último ano de escola e sobre como é estar se despedindo desta cidade e de seus amigos.

Seguindo temos “Generation Why”, que faz um trocadilho com “geração Y” (que são as pessoas nascidas em meados dos anos 80). A música possui batidas mais presentes e fala sobre como os adultos costumam ignorar os problemas dos mais jovens, não os entendendo, e isso gera uma série de problemas sentimentais.

Em “Crush Culture” conseguimos notar mais das referências ás canções de Lorde, pois ela soa como “Team”. Na letra o cantor se vê em uma situação comum para todos os jovens: ele está apaixonado, mas não quer aceitar esse sentimento de jeito nenhum!

“Greek God” é uma canção bem complexa sobre bullying. O cantor descreve situações comuns para colegiais, relatando experiências ruins com um grupinho de bullys que, quando estão juntos, são bem valentões, mas após alguns anos essas pessoas se tornam irrelevantes.

O EP é finalizado com “Lookalike”, uma balada romântica bem melancólica e com um tom piegas sobre um término que o cantor enfrentou quando mais jovem. A letra é como uma espécie de carta que ele manda para um cara com quem já se envolveu e pergunta se seu namorado se compara a ele.

“Sunset Season” reflete bem a adolescência e se assemelha bastante à obra “Diary 001” da Clairo, que tem uma idade próxima a de Conan e em seu EP também relatou os maiores dilemas de sua adolescência. Ambos representam e refletem os pensamentos dos jovens da geração Z e precisam ser ouvidos.

Ouça na íntegra:

Um comentário sobre ““Sunset Season”: Conan Gray e os equívocos da adolescência na geração Z

Comenta ai :]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.