Lana Del Rey e seus fabulosos devaneios em “Violet Bent Backwards Over the Grass” (AudioBook)

Lana Del Rey é uma figura no mínimo curiosa, gosta de se aventurar artísticamente e criar conceitos complexos a partir de idéias simples, como no disco “Ultraviolence”, onde sua personagem (eulírico) está morta durante as músicas, enquanto narra pensamentos obscuros com clipes vintage que ilustram toda a frustração.

Seu trabalho mais recente é o livro de poesias “Violet Bent Backwards Over the Grass”, que foi lançado nesta quarta-feira (29/08) no formato digital. Sua versão física e o ebook chegam ao mundo dia 29 de setembro e 02 de outubro.

Está disponível no Spotify um “álbum falado”, onde Lana recita suas poesias de forma a interpretá-las, dando vida ás suas palavras. Os áudios estão em formato de podcast e são 14 faixas. O livro completo possui mais de 30 poesias, isso em sua versão impressa.

A arte de capa é uma pintura feita pela artista Erika Lee Sears, inspirada pelo romantismo. A tela representa a alma da obra, que soa como um livro que você leria no seu quintal, próximo da natureza.

No Spotify há uma introdução às faixas, onde podemos ler as seguintes informações: “A tão esperada coleção de poesias de palavras faladas de Lana Del Rey, “Violet Bent Backwards over the Grass”. Lana Del Rey dá vida à sua poesia de tirar o fôlego em um audiolivro sem precedentes. Nesta impressionante apresentação de palavras faladas, Lana Del Rey lê 14 poemas de seu livro de estréia Violet Bent Backwards over the Grass, acompanhados de música do músico vencedor do Grammy Jack Antonoff.

O livro de estréia de Lana a solidifica ainda mais como “a escritora essencial de seu tempo” (The Atlantic). Este audiolivro apresenta Lana lendo alguns poemas do livro, incluindo  “LA Who Am I to Love You?”, “The Land of 1,000 Fires”, “Past the Bushes Cypress Thriving”, “Never to Heaven”, “Tessa DiPietro”, “Happy”, e vários outros. O resultado é uma paisagem poética extraordinária que reflete o espírito desprotegido de seu criador.

Produtor de “Norman Fucking Rockwell”, da Lana Del Rey, revela sua ...

Ao fundo temos os instrumentais celestiais compostos por Jack Antonoff, que anteriormente trabalhou com Lana em seu disco “Norman Fucking Rockwell”, também colaborou com as cantoras Lorde e Carly Rae Jepsen. Lana está em boas mãos.

Em recente review, o site ‘The Independent’ disse que Lana Del Rey tem grandes chances de levar um GRAMMYs na categoria ‘Best Spoken Album’. É só coesão, aclamação e poesia!

Os textos de Lana são muito pessoais e refletem sua vida e sua carreira, juntamente com sua visão sobre o mundo. É uma leitura particular, um presente para seus fãs que irão interpretar da forma como seus corações preferirem.

Imagem

Para quem está interessado em ouvir e interpretar as poesias do livro, uma conta de fã da Lana Del Rey postou as traduções, estão um amor. Confira:

Ouça o audiobook na íntegra:

3 comentários sobre “Lana Del Rey e seus fabulosos devaneios em “Violet Bent Backwards Over the Grass” (AudioBook)

Deixe uma resposta para Gustavo Nazario Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.